2007-12-10 - autotools parte2 - adicionando dependencias

10 de dezembro

autotools parte2 - adicionando dependencias

Bem, no artigo anterior, já expliquei como funciona o autotools:
http://glaudiston.spaces.live.com/blog/cns!50A3054EE15AB96C!298.entry

Agora vou explicar como adicionar dependências.

Neste exemplo, vou puxar pro lado de desenvolvimento de games, usando SDL que é uma biblioteca portável, que tem funções de controle de hardware entre outras coisas que facilitam muito nossa vida, e outras bibliotecas derivadas do SDL, como o SDL_image para controle de imagens de vários formatos, o SDL_mixer para o controle de mid, wav, ogg e mp3, o SDL_gfx, para rotação e zoom de imagens ou filmes, o SDL_mpeg para reprodução de filmes... etc.

Vamos começar com a teoria:
Pelo que já vimos, você deve ter percebido que o autotools trabalha com macros, macros são funções prontas, programas que você passa um comando com parâmetros ou não e eles executam determinadas funções.
Você também já deve ter percebido que estas configurações são centralizadas nos arquivos configure.ac e Makefile.am. Sim... continua assim, porém vamos colocar mais um arquivo importante: o acinclude.m4 .

acinclude.m4:
Este arquivo é uma forma de adicionar macros que podem ser usadas dentro do configure.ac, por exemplo: o Sam Lantinga, desenvolvedor do SDL, criou um arquivo chamado sdl.m4 que está no código fonte do SDL, você pode baixar este código na página do SDL em http://www.libsdl.org, e copiar este arquivo sdl.m4 para o nosso diretório base. depois disto é só adicionar sdl.m4 em nosso arquivo acinclude.m4.in ou acinclude.m4, adicionar o teste desta biblioteca no arquivo configure.ac e executar o autogen.sh
Depois de copiar o sdl.m4, só é necessário adionar uma linha com o conteudo sdl.m4 no acinclude.m4.in ... NÃO é preciso nada como #include sdl.m4 ... apenas o sdl.m4... depois disto o script de teste no configure.ac, deve ser colocado na parte de libraries é assim:
dnl Check for SDL
SDL_VERSION=1.2.0
AM_PATH_SDL($SDL_VERSION,
:,
AC_MSG_ERROR([*** SDL version $SDL_VERSION not found!])
)
CXXFLAGS="$CXXFLAGS $SDL_CFLAGS"
LIBS="$LIBS $SDL_LIBS"
Para mais informações, consulte o artigo: http://www.samhart.com/snh/files/docs/sdl-kdev/sdl-kdev-mini-how2-2.html

Agora se tudo está certo, você pode executar nosso script de reconfiguração (vide artigo anteiror citado acima):
$ sh autogen.sh

O resultado esperado é:
sh autogen.sh
checking for a BSD-compatible install... /usr/bin/install -c
checking whether build environment is sane... yes
checking for a thread-safe mkdir -p... /bin/mkdir -p
checking for gawk... gawk
checking whether make sets $(MAKE)... yes
checking for gcc... gcc
checking for C compiler default output file name... a.out
checking whether the C compiler works... yes
checking whether we are cross compiling... no
checking for suffix of executables...
checking for suffix of object files... o
checking whether we are using the GNU C compiler... yes
checking whether gcc accepts -g... yes
checking for gcc option to accept ISO C89... none needed
checking for style of include used by make... GNU
checking dependency style of gcc... gcc3
checking for sdl-config... /usr/bin/sdl-config
checking for SDL - version >= 1.2.0... yes
configure: creating ./config.status
config.status: creating Makefile
config.status: creating src/Makefile
config.status: creating config.h
config.status: config.h is unchanged
config.status: executing depfiles commands

Observe que agora temos uma parte onde o SDL está sendo checado por uma versão superior à 1.2.0

Isto é suficiente pro SDL, mas e quando temos outras dependências que não nos dão as macros m4 prontas ?
A primeira coisa é procurar no google... muitas vezes, no código fonte não vem o arquivo m4, mas alguém criou e postou em algum lugar. Então, se você encontrar vai simplificar muito seu configure.ac da forma q fizemos acima. Mas se o google não achar ? como fazer ?

Neste caso, você pode criar seu arquivo m4, ou pode simplesmente adicionar o uma verificação no configure.ac, só q vai poluir um pouco nosso arquivo configure.ac que até então está bem simples.

Depois vou postar mais entrada a respeito disto: autotools, criando seu próprio m4.

Por hora é só. Tenho que fazer algum código também Tongue out

Abs,
Ton
Postar um comentário

Postagens mais visitadas